Cuiabá, Quinta-Feira, dia 23 de Novembro de 2017
Busca: 
Quem Somos Jurisprudência Promotoras Legais Peças Processuais Livros Projetos e Campanhas Homenagens Agenda Copevid

Outros tribunais

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
Acusado de praticar violência doméstica é condenado a 8 anos
07/04/11 

Um pintor automotivo de 22 anos foi condenado a 8 anos de prisão nessa quarta-feira (6) pelo Tribunal do Júri, em Amambai por violência doméstica. O crime foi cometido em dezembro de 2009 na Vila Nova em Coronel Sapucaia, município que faz parte da Comarca de Amambai.

Segundo a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), inconformado com a negativa da ex-amásia em reatar o relacionamento, Luiz Pereira Gomes, teria arrombado uma das janelas da casa da vítima, invadido a residência e espancado violentamente a ex-companheira, na época com 38 anos.

Ainda segundo a denúncia, Luiz teria batido a cabeça da vítima contra uma pia na cozinha e desferido vários chutes e socos contra o rosto e o corpo da mulher, que sofreu graves hematomas.

O acusado foi preso em flagrante pela Polícia Militar logo após cometer o crime, foi autuado e enquadrado na Lei 11.340 de 2006, a “Lei Maria da Penha”, que trata de casos de violência doméstica no País, posteriormente transferido para o EPAM (Estabelecimento Penal de Amambai), sede da Comarca, onde permaneceu preso até a manhã dessa quarta-feira quando foi a júri popular pelo crime de tentativa de homicídio qualificada.

No julgamento os jurados acataram a tese da acusação, ostentada pelo Promotor de Justiça, Dr. Ricardo Rotunno, titular da 2ª Promotoria da Comarca de Amambai e condenaram o réu a 8 anos de reclusão, sentença homologada pelo Juiz de Direito, Dr. César de Souza Lima, titular da 1ª Vara da Comarca, que presidiu a sessão do Tribunal do Júri.

Como já estava aguardando o julgamento na prisão, Luiz Pereira foi levado de volta para o Estabelecimento Penal de Amambai e terá que aguardar o resultado de um possível recurso preso.

Casos envolvendo violência contra a mulher têm sido tratados com rigor por parte da polícia, do MPE e da Justiça na Comarca de Amambai.
 

Nome:
E-mail:
Título:
Comentário:
Comentários Envie o seu
 
Não foi feito nenhum comentário para esta matéria até o presente momento
Mais Outros tribunais
PALESTRA EM ENCONTRO NACIONAL DA DEFENSORIA PÚBLICA
Poderes se unem contra a violência doméstica - Lançamento do Projeto "Homens que Agradam NÃO Agridem"
D2 Comunicação Ltda
Rua 14, nº 125-A, Bairro Boa Esperança, Cep nº 78.068-775, Cuiabá/MT CNPJ 08.604.523/0001-59. Fone: (65) 9998-9173