Cuiabá, Sexta-Feira, dia 17 de Novembro de 2017
Busca: 
Quem Somos Jurisprudência Promotoras Legais Peças Processuais Livros Projetos e Campanhas Homenagens Agenda Copevid

Questão de Gênero

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
PROJETO QUESTÃO DE GÊNERO FOI MUITO BEM RECEBIDO EM ESCOLA DO RESIDENCIAL PAIAGUÁS
 

Ontem à noite, dia 23 de Setembro de 2010 , o Projeto Questão de Gênero foi apresentado para aproximadamente 350 alunos
na Escola Estadual Rodolfo Augusto P. Curvo, situada no Residencial Paiaguás, em Cuiabá/Mato Grosso.
A Promotora de Justiça Lindinalva Rodrigues Dalla Costa iniciou a palestra por volta das 19:00 horas, falando sobre a forma machista que os pais e mães educam os filhos desde a infância e da forma como machismo e preconceito acabam corroborando para a ocorrência de casos significativos de violência contra a mulher.
"O menino criado para mandar e ser obedecido, para resolver problemas com uso de força física, ao ficar mais velho e ser contrariado ou sentir-se rejeitado, acaba descontando suas frustações agredindo mulheres", disse ela.
A Promotora de Justiça Elisamara Sigles Vodonós Portela começou sua palestra por volta das 20:00 horas, falando sobre abuso sexual contra crianças e adolescentes e pedofilia, alertando sobre os cuidados indispensáveis que os pais e cuidadores devem ter com seus filhos .
Segundo Elisamara:"Os pais devem dar mais atenção aos filhos, conhecer seus colegas, ir a reuniões da escola e não permitir o acesso à internet de maneira descontrolada, mas somente sob supervisão, recomendando-se que o computador seja colocado em local de grande circulação de pessoas na residência."
A coordenadora da escola, Sra. Laismara Tasca, declarou: "É importantíssimo para a escola, principalmente para nossa que oferece o EJA- Educação para Jovens e Adultos, palestras como estas, que ofereceram esclarecimento aplicáveis no dia a dia dos alunos. Nossa clientela é composta de jovens e adultos de diferentes idades, que tem família, filhos, e que devem estar conscientes de seus direitos e deveres. Essa palestra sobre a "Lei Maria da Penha"é especialmente bem vinda porque no momento, estamos trabalhando em um projeto sobre violência e seus desdobramentos."
A aluna Selma de Almeida, que cursa o 2º ano EJA, afirmou: "Aprendi muito com as palestras e sei que se o filho é criado com violência dentro de casa é claro que vai retribuir da mesma forma violenta com os outros. Acho que a Lei Maria da Penha pode pelo menos controlar e combater a violência doméstica. Agradeço a Maria da penha por ter vindo no meu colégio Rodolfo Algusto, mostrando para mim e meus colegas a realidade, obrigada pela visita e sejam bem vindas sempre."
O aluno Valdivino Barbosa da Silva, que cursa o 2º ano EJA e é operador de estação da Sanemat aposentado, também deu sua opinião sobre as palestras: "Achei muito interessante as palestras e tem muitas pessoas que deveriam assisti-las para ver se acordam. Conheço pessoas que sofrem violência e não denunciam, pois foram criadas e educadas para sofrer caladas e deveriam procurar a justiça."
Ao final das palestras diversos alunos e professores fizeram inúmeras perguntas e alguns procuraram as promotoras para fazer denúncias ou pedir informações sobre processos, como foi o caso da Sra. Adriana Cristina Pereira da Silva , aluna da escola visitada, que nos relatou o triste caso de sua irmã, Márcia Cristina Pereira da Silva, assassinada em Várzea Grande há cinco meses pelo ex companheiro com 12 facadas, cujo assassino encontra-se foragido ou em liberdade, segundo a mesma.
Esta apresentação do projeto Questão de Gênero contou com o apoio dos servidores Laura Alencar e Wanderley Neves .

O projeto do MPMT é destinado aos alunos, pais de alunos e demais membros da comunidade, já dura 01 ano e oito meses, é promovido pelas Promotorias Especializadas no Combate a Violência Doméstica de Cuiabá-MT e já foi apresentado para aproximadamente 4.000 alunos.

Referido projeto, com data prevista de encerramento para abril de 2011, prosseguirá por prazo indeterminado, ante o sucesso que têm feito nas escolas em que se apresenta e os inúmeros convites que as promotoras recebem da comunidade, carente de informações sobre o assunto.

Na galeria de imagens alunos e professores no momento das perguntas
 

Nome:
E-mail:
Título:
Comentário:
Comentários Envie o seu
 
Não foi feito nenhum comentário para esta matéria até o presente momento
Mais Questão de Gênero
17/05/12
Projeto "Questão de Gênero"se apresenta na Escola Cesário Neto
21/11/11
MPES realiza o lançamento do projeto Questão de Gênero do MPMT
22/09/11
PALESTRA DO "QUESTÃO DE GÊNERO" CONTA COM PARTICIPAÇÃO DE EQUIPE DO ESPÍRITO SANTO
19/10/12
Promotores do Espírito Santo reproduzirão o Projeto Questão de Gênero
29/06/12
Espírito Santo: "Projeto Questão de Gênero" vai à Penitenciária Feminina de Cariacica
28/02/12
Ministério Público do Espírito Santo promove "Projeto Questão de Gênero" em março
13/05/11
PROJETO "QUESTÃO DE GÊNERO"CUMPRE COM SEU PAPEL SOCIAL DE INFORMAR E PREVENIR A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER
14/02/11
Projeto Questão de Gênero se apresenta em escola pública
Projeto "Questão de Gênero", desenvolvido pelas Promotorias Especializadas de Cuiabá é finalista no Prêmio Boas práticas na Aplicação, Divulgação e Implementação da Lei Maria da Penha
DISTRITO DA GUIA RECEBE PELA SEGUNDA VEZ O PROJETO QUESTÃO DE GÊNERO
PROJETO QUESTÃO DE GÊNERO É APRESENTADO NO DISTRITO DA GUIA
PROJETO QUESTÃO DE GÊNERO SE APRESENTOU NO CPA IV
PALESTRA NA ESCOLA ESTADUAL CESÁRIO NETO
PROJETO QUESTÃO DE GÊNERO REÚNE ALUNOS NO BAIRRO PEDRA 90
PROJETO QUESTÃO DE GÊNERO SE APRESENTOU NO CPA IV
PALESTRA EM ENCONTRO NACIONAL DA DEFENSORIA PÚBLICA
Poderes se unem contra a violência doméstica - Lançamento do Projeto "Homens que Agradam NÃO Agridem"
D2 Comunicação Ltda
Rua 14, nº 125-A, Bairro Boa Esperança, Cep nº 78.068-775, Cuiabá/MT CNPJ 08.604.523/0001-59. Fone: (65) 9998-9173