Cuiabá, Quinta-Feira, dia 23 de Novembro de 2017
Busca: 
Quem Somos Jurisprudência Promotoras Legais Peças Processuais Livros Projetos e Campanhas Homenagens Agenda Copevid

STF

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
Ação de constitucionalidade da Lei Maria da Penha ganha reforço

O IBDFAM - Instituto Brasileiro de Direito de Família protocolou no STF, na semana passada, uma petição em que solicita seu ingresso na ADC 19 , que requer a reafirmação da constitucionalidade da Lei Maria da Penha.

A Lei 11.340/06 , que está em vigor desde 22/9/06, teve sua validade contestada por quatro tribunais brasileiros (TJ/MS, TJ/RJ, TJ/MG e TJ/RS). A ADC 19 foi ajuizada, no final do ano passado, pela AGU, com o objetivo de suspender os efeitos dessas decisões.

 

Embasados no princípio maior da igualdade, os TJ‘s negaram vigência à lei e a consideraram contrária à Carta Magna. Segundo o IBDFAM, alguns julgados foram marcados pelo excesso, como as decisões do juiz de Sete Lagoas/MG, Edilson Rumbelsperger Rodrigues, que está sob processo disciplinar da Corregedoria Nacional da Justiça. O magistrado, além de rejeitar queixas contra homens que agrediram suas mulheres, em seus despachos fez afirmações polêmicas como "a desgraça humana começou no Éden : por causa da mulher". E ainda, segundo o IBDFAM, definiu a lei como "um conjunto de regras diabólicas".

O documento protocolado pelo IBDFAM traz estatísticas sobre a violência doméstica e traça um breve comparativo de antes e depois da lei. Acusa, por exemplo, um aumento de 306% nos registros de atendimentos da Central de Atendimento à Mulher – órgão ligado à Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres. E ainda apresenta a argumentação inconteste de diversos juristas que atribuem suma importância à lei.

"O IBDFAM, como entidade representativa nas questões referentes ao Direito de Família, lança mão do Amicus Curiae, originário do direito norte-americano, para integrar a discussão de uma tese de cunho para além do jurídico, histórico".

 

Nome:
E-mail:
Título:
Comentário:
Comentários Envie o seu
 
Não foi feito nenhum comentário para esta matéria até o presente momento
Mais STF
25/02/12
Decisão do STF dá mais força à Lei Maria da Penha, dizem especialistas
09/02/12
Supremo julga procedente ação da PGR sobre Lei Maria da Penha
PALESTRA EM ENCONTRO NACIONAL DA DEFENSORIA PÚBLICA
Poderes se unem contra a violência doméstica - Lançamento do Projeto "Homens que Agradam NÃO Agridem"
D2 Comunicação Ltda
Rua 14, nº 125-A, Bairro Boa Esperança, Cep nº 78.068-775, Cuiabá/MT CNPJ 08.604.523/0001-59. Fone: (65) 9998-9173