Cuiabá, Sexta-Feira, dia 17 de Novembro de 2017
Busca: 
Quem Somos Jurisprudência Promotoras Legais Peças Processuais Livros Projetos e Campanhas Homenagens Agenda Copevid

Lá em casa quem manda é o respeito

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
NOVA APRESENTAÇÃO DO PROJETO "LÁ EM CASA QUEM MANDA É O RESPESPEITO" PARA REEDUCANDOS EM CUIABÁ
21/10/11 
 

Na manhã desta sexta-feira, dia 21 de outubro de 2011, foi promovido mais um ciclo do projeto “Lá em casa quem manda é o respeito”, iniciado no mês de março de 2011 e que tem como objetivo evitar a reincidência dos agressores de violência doméstica e familiar contra a mulher.

Nesta etapa, além da palestras proferidas pelas Promotoras de Justiça Lindinalva Rodrigues Dalla Costa e Elisamara Sigles Vodonós Portela, contou com a presença da equipe multidisciplinar que atua no projeto, a Assistente Social Ana Carolina Paiva Costa Barros Rezende e os psicólogos Jair José Schuh e Silvia Helena Aragones Vasconcelos Torres e com duas servidoras da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social - SETAS, a psicóloga Jandira Andrade e a Assistente Social e Coordenadora da SETAS Roseemilia Gomes de Arruda.

Frente a um público de aproximadamente 80 presos acusados pela prática de violência contra a mulher, a Promotora de Justiça Elisamara Sigles interpelou os ouvintes sobre o objetivo primordial do projeto “Lá em casa quem manda é o respeito”, qual seja, o de evitar a reiteração da prática de crimes contra as mulheres com que eles tem íntima relação de afetividade.

Em seguida ressaltou que apesar da cadeia não ser um local agradável, eles devem "tirar proveito dessa experiência e acima de tudo compreender que a sua mudança de comportamento não depende somente da vontade do juiz, do promotor ou do delegado, mas sim deles mesmos. Isso porque, a decisão de sair daqui e nunca mais voltar é de vocês".

Além disso, abordou questões relativas ao machismo exercido de forma exacerbada ainda nos dias atuais, que não trás benefício nenhum à sociedade, pelo contrário, alimenta a violência no seio familiar.

Por fim, destacou as finalidades da Lei Maria da Penha e o dever que todos têm de respeitá-la, independentemente de serem homens ou mulheres, de classe econômica mais favorecida ou não.

Em continuidade, a Promotora de Justiça Dra. Lindinalva Rodrigues Dalla Costa iniciou sua explanação chamando a atenção dos detentos para as dificuldades de se realizar um projeto como “Lá em casa quem manda é o respeito”, para que eles tenham essa consciência e aproveitem da melhor forma possível as profissionais da área da psicologia e da assistência social que semanalmente comparecem naquele recinto para lhes auxiliarem nessa fase de recuperação.

Disse que "a violência doméstica nesta Capital é combatida em todas as classes sociais e o projeto só existe porque todos acreditam que eles tem recuperação". Salientou que o objetivo do Poder Público não é o de deixá-los naquele lugar eternamente, pois "nós queremos que vocês saiam daqui o mais breve possível, não reincidam e com isso nunca mais retornem".

No mais, destacou a Promotora de Justiça que a Capital Mato-grossense é tida como a que mais aplica a Lei Maria da Penha no Brasil e caso eles voltem a ameaçar, agredir ou violentar de qualquer forma as suas companheiras não haverá outra solução senão a de colocá-los novamente na cadeia.

Assim, afirmou a palestrante: "o lar é um lugar para ser feliz, onde se convive em harmonia com os filhos e a família, independentemente da condição econômica, mas muitas vezes acaba sendo um local repleto de agressões".

Encerrando mais um ciclo do projeto “Lá em casa quem manda é o respeito”, que é uma parceria entre o Ministério Público do Estado de Mato Grosso e o Governo Estadual, Lindinalva Rodrigues Dalla Costa agradeceu a participação dos presos e novamente ressaltou a importância da participação deles nas "rodas de conversa" aplicadas pela equipe multidisciplinar.


E.B., reeducando do Centro de Ressocialização desta Capital, preso pela acusação da prática dos delitos de lesão corporal e ameaça, em face da sua ex-companheira, afirmou que as palestras proferidas pelas Promotoras de Justiça "foram de grande valia para o seu conhecimento acerca da Lei Maria da Penha, pois muitas vezes acaba por praticar crimes que sequer sabia que poderia ser preso por isso". Além disso, afirmou que "essa é a primeira vez que é preso e nunca mais retornará a uma cadeia, pois entende o respeito que se deve dar as mulheres, que são fisicamente mais frágeis".


O reeducando A.M.S., preso pela prática do crime de ameaça em face de sua esposa, disse que "tem aproveitado muito o trabalho realizado não só pelas Promotoras de Justiça, mas também pela equipe multidisciplinar que atua no projeto, para quem eles podem contar confidenciar seus sentimentos". Afirmou ainda que "a cada dia que passa dentro da cadeia reflete mais sobre suas atitudes dentro da sua própria casa e quando sair irá ser um homem novo, menos agressivo."
 

Nome:
E-mail:
Título:
Comentário:
Comentários Envie o seu
 
Não foi feito nenhum comentário para esta matéria até o presente momento
Mais Lá em casa quem manda é o respeito
18/05/12
Famílias de presos por violência doméstica são atendidas pelo projeto "Lá em Casa quem Manda é o Respeito"
18/05/12
Promotora do Rio Grande do Sul participa do Projeto "Lá em casa quem manda é o respeito"
18/11/11
Equipe multidisciplinar apresenta o projeto "Lá em casa quem manda é o respeito"
23/09/11
PROJETO "LÁ EM CASA QUEM MANDA É O RESPEITO" É APRESENTADO AOS DETENTOS DE CUIABÁ
05/12/14
Projeto de Mato Grosso é apresentado no Mato Grosso do Sul
03/10/13
ALUNOS DE PSICOLOGIA CONHECEM O PROJETO " LÁ EM CASA QUEM MANDA É O RESPEITO"
28/02/13
Equipe apresenta projeto "Lá em casa quem manda é o respeito" para policiais
25/01/13
CNMP seleciona e divulga o projeto " Lá em casa quem manda é o respeito"
26/11/12
Projeto "Lá em Casa quem Manda é o Respeito" é apresentado em Tocantins
26/11/12
Projeto " Lá em casa quem manda é o respeito" é apresentado em evento do CNMP
26/10/12
Reeducandos discutem Direitos Humanos no projeto "Lá em casa quem manda é o respeito"
02/10/12
Projeto " Lá em Casa quem Manda é o Respeito" é apresentado em São Paulo
29/06/12
Alcoolismo é abordado em palestra do projeto "Lá em casa quem manda é o respeito"
18/05/12
PROMOTORA DO MPRS PARTICIPA DO PROJETO "LÁ EM CASA QUEM MANDA É O RESPEITO"
PROJETO "LÁ EM CASA QUEM MANDA É O RESPEITO" SE APRESENTA EM PENITENCIÁRIA
24/07/11
Apresentação do Projeto " Lá em casa quem manda é o respeito"
01/07/11
PROMOTORAS DE JUSTIÇA PROFEREM PALESTRA SOBRE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER PROJETO LÁ EM CASA QUEM MANDA É O RESPEITO
27/06/11
Apresentação do projeto " Lá em casa quem manda é o respeito"
22/05/11
PROMOTORAS DE JUSTIÇA PROMOVEM PALESTRA PARA REEDUCANDOS
PALESTRA EM ENCONTRO NACIONAL DA DEFENSORIA PÚBLICA
Poderes se unem contra a violência doméstica - Lançamento do Projeto "Homens que Agradam NÃO Agridem"
D2 Comunicação Ltda
Rua 14, nº 125-A, Bairro Boa Esperança, Cep nº 78.068-775, Cuiabá/MT CNPJ 08.604.523/0001-59. Fone: (65) 9998-9173