Cuiabá, Domingo, dia 19 de Novembro de 2017
Busca: 
Quem Somos Jurisprudência Promotoras Legais Peças Processuais Livros Projetos e Campanhas Homenagens Agenda Copevid

Lá em casa quem manda é o respeito

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
Famílias de presos por violência doméstica são atendidas pelo projeto "Lá em Casa quem Manda é o Respeito"
18/05/12 
Por: CLÊNIA GORETTH
Fonte: http://www.mp.mt.gov.br/conteudo.php?sid=58&cid=56809

 

Desde o início deste mês, as famílias dos presos por violência doméstica e familiar contra a mulher que estão no Centro de Ressocialização de Cuiabá, o antigo ‘Carumbé‘, também estão sendo atendidas pela equipe multidisciplinar do projeto ‘Lá em Casa quem manda é o respeito”. O objetivo é fazer com que as vítimas e seus filhos possam refletir sobre o círculo vicioso de violência, que vai além da relação com o agressor. O atendimento às famílias acontece duas vezes por semana, nos dias de visita ao presídio. Já o atendimento aos presos ocorre três vezes por semana. A equipe multidisciplinar é composta por dois psicólogos e duas assistentes sociais.

Além do atendimento realizado por profissionais especializados, todo mês as promotoras de Justiça que atuam no Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher em Cuiabá, Lindinalva Rodrigues Dalla Costa e Elisamara Sigles Vodonós Portela, vão ao presídio para proferir palestras sobre a aplicação da Lei Maria da Penha e suas consequências. Nesta sexta-feira (18.05), houve mais um encontro que contou, também, com a participação da vice-coordenadora da Comissão Permanente de Promotores de Violência Doméstica (Copevid), promotora de Justiça Ivana Machado Battaglin, que atua no Estado do Rio Grande do Sul.

“O projeto Lá em Casa quem Manda é o Respeito, desenvolvido em Cuiabá, é um grande exemplo que deve ser seguido em todo o país. Vim a Cuiabá para aprender com essa experiência e pretendo levar a proposta para o meu Estado”, ressaltou a promotora de Justiça.

De acordo com a coordenadora do projeto, promotora de Justiça Lindinalva Rodrigues Dalla Costa, o índice de reincidência entre os reeducandos que cometeram violência doméstica reduziu consideravelmente após a implantação do projeto ‘Lá em Casa quem manda é o respeito‘. “O objetivo do projeto é fazer com que os presos reflitam, compreendam e assumam a responsabilidade sobre seus atos, evitando a reincidência. Todos os reeducandos recebem cartilha com informações sobre relação familiar, educação dos filhos, violência doméstica e Lei Maria da Penha e participam de ‘rodas de conversas’ com psicólogas e assistentes sociais”, afirmou.

QUESTÃO DE GÊNERO: Outra experiência desenvolvida em Cuiabá no combate à Violência Doméstica e Familiar que tem se destacado é o projeto ‘Questão de Gênero‘. A exemplo do Rio Grande Sul, vários outros Estados já demonstraram interesse em conhecer o projeto. A iniciativa foi, inclusive, destacada em nível nacional entre as melhores experiências realizadas no país nesta área.

O projeto é desenvolvido em escolas e universidades. Durante a apresentação, além de esclarecer a população sobre questões relacionadas à discriminação de gênero, violência doméstica e Lei Maria da Penha, as promotoras de Justiça Elisamara Sigles Vodonós Portela e Lindinalva Rodrigues Dalla Costa, respondem às indagações dos estudantes sobre o assunto. Ontem (17.05), cerca de 200 alunos da Escola Antônio de Figueiredo Cesário Neto participaram do projeto.

TROCA DE EXPERIÊNCIAS: Os projetos ‘Lá em Casa quem Manda é o Respeito’ e ‘Questão de Gênero’ serão apresentados em novembro, no Estado do Rio Grande do Sul, durante encontro nacional de promotores de Justiça que atuam no combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher.

“O Ministério Público do Rio Grande do Sul pretende implantar novos métodos de enfrentamento à violência doméstica e os projetos desenvolvidos em Cuiabá provavelmente serão replicados no Estado”, disse a promotora de Justiça Ivana Machado Battaglin.

Nesta quinta e sexta-feira, a promotora de Justiça acompanhou a execução dos dois projetos no Centro de Ressocialização de Cuiabá e na Escola Cesário Neto. A representante do MP/RS também esteve com o procurador de Justiça do Ministério Público de Mato Grosso, Marcelo Ferra de Carvalho, e com o procurador de Justiça Paulo Roberto Jorge do Prado.


 

Nome:
E-mail:
Título:
Comentário:
Comentários Envie o seu
 
Não foi feito nenhum comentário para esta matéria até o presente momento
Mais Lá em casa quem manda é o respeito
25/04/11
DETENTOS PARTICIPAM DO INÍCIO DOS TRABALHOS DO PROJETO LÁ EM CASA QUEM MANDA É O RESPEITO
11/03/11
AUTORIDADES PRESENTES NO LANÇAMENTO, FALAM SOBRE O PROJETO: "LÁ EM CASA QUEM MANDA É O RESPEITO"
11/03/11
LANÇADO EM CUIABÁ O PROJETO: LÁ EM CASA QUEM MANDA É O RESPEITO
01/04/11
ALUNOS DO SERVIÇO SOCIAL SE OFERECEM COMO VOLUNTÁRIOS PARA TRABALHAR NO PROJETO "LÁ EM CASA QUEM MANDA É O RESPEITO"
18/03/11
Cartilhas do projeto "Lá em Casa quem Manda é o Respeito" serão reproduzidas pelo Senado Federal
17/03/11
SENADOR MAGNO MALTA APÓIA O PROJETO MATO-GROSSENSE: LÁ EM CASA QUEM MANDA É O RESPEITO
06/03/11
MPE E GOVERNO DE MATO GROSSO LANÇAM PROJETO DESTINADO A AGRESSORES DOMÉSTICOS
PALESTRA EM ENCONTRO NACIONAL DA DEFENSORIA PÚBLICA
Poderes se unem contra a violência doméstica - Lançamento do Projeto "Homens que Agradam NÃO Agridem"
D2 Comunicação Ltda
Rua 14, nº 125-A, Bairro Boa Esperança, Cep nº 78.068-775, Cuiabá/MT CNPJ 08.604.523/0001-59. Fone: (65) 9998-9173