Cuiabá, Quarta-Feira, dia 17 de Janeiro de 2018
Busca: 
Quem Somos Jurisprudência Promotoras Legais Peças Processuais Livros Projetos e Campanhas Homenagens Agenda Copevid

Notícias

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
PROMOTORA VISITA CASA DE AMPARO ÀS VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
31/03/17 
 

 A Promotora de Justiça, Lindinalva Rodrigues, participou de visita na Casa de Amparo às mulheres vítimas de violência doméstica e agressões no dia 31 de março. O objetivo da visita foi averiguar a situação da casa, que passará por reformas e melhorias sob a condução da comissão. Na oportunidade, reuniu-se, com autoridades do poder judiciário, sociedade civil organizada e os poderes constituídos pelo executivo municipal, todos com o objetivo de buscar de parcerias em prol da reforma da Casa de Amparo de Cuiabá, com o intuito de que as mulheres vítimas de violência doméstica sejam acolhidas da melhor forma possível, garantindo mais dignidade e conforto às mulheres e crianças hospedadas na casa.

Na ocasião, estiveram presentes, além de Lindinalva, a desembargadora do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Antônia Siqueira Gonçalves Rodrigues, o juiz da Primeira Vara Especializada de Violência Doméstica e Familiar Contra Mulher de Cuiabá, Jamilson Haddad Campos, as defensoras públicas, Rosana Leite Antunes de Barros e Maila Aletéa Zanatta Cassiano Ourives, a superintendente do Estado de Políticas para Mulheres Isabel Silveira, e a diretora de Gestão da SMASDH, Maricelia Padilha entre outras autoridades.

Durante a visita pode-se observar que a reforma é necessária e urgente. Dentre os problemas verificados podemos destacar: a pintura velha, infiltrações, grades enferrujadas, pouca ventilação e espaços inutilizados por conta do mato. A casa possui diversos problemas estruturais, tendo sido inaugurada em 2002 e nunca passou por uma grande reforma.

 

A promotora de Justiça Lindinalva Rodrigues falou da importância da união de esforços para se realizar a reforma no local: “Um encontro muito proveitoso, uma vez que ele reúne os esforços de todas as instituições, o Ministério Público, o Município, o Poder Judiciário, a Defensoria Pública e também o Estado de Mato Grosso, todos irmanados na intenção de revitalizar a Casa de Amparo”, declarou.

 

Durante a reunião fora proposto pela desembargadora Antônia Siqueira Gonçalves Rodrigues, que é coordenadora da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cemulher), a realização de um chá beneficente a fim de arrecadar recursos para a realização da reforma da Casa de Amparo, sendo programado para o dia 24 de maio na Associação Mato-grossense de Magistrados (AMAM), bem como, também foi planejado um bazar a ser realizado no Tribunal de Justiça, com data à ser definida, podendo o bazar ser realizado de forma itinerante. 

Nome:
E-mail:
Título:
Comentário:
Comentários Envie o seu
 
Não foi feito nenhum comentário para esta matéria até o presente momento
Mais Notícias
01/12/15
Promotora participa de audiência pública no Senado Federal
15/06/15
Polícia Militar recebe capacitação em violência doméstica
23/05/15
Rondonópolis realiza seminário para discutir as dificuldades das mulheres
20/05/15
Sistema de intenação de adolescentes infratores enfrenta carência de políticas públicas essenciais
23/04/15
Se forma a segunda turma das Promotoras Legais Populares de Cuiabá
15/04/15
Audiência Pública em Cuiabá debate a inclusão de questões de gênero nos currículos escolares
14/04/15
Promotora auxilia CPI das Próteses do Senado Federal
08/03/15
A luta pela igualdade de gênero está apenas engatinhando
19/12/14
A Cultura da Violência contra a Mulher
27/11/14
Promotora visita Centro de Referência da Paraíba
10/11/14
Promotora de Justiça recebe moção de aplausos por trabalho em prol da defesa dos direitos de mulheres vítimas de violência
09/10/14
Promotora de Justiça de MT participa de oficina sobre feminicídio
08/10/14
Promotores de Justiça participam de oficina sobre feminicídio em Brasília
22/08/14
Promotora de Mato Grosso recebe homenagem do Ministério Público do Piauí
04/08/14
MP-SP lança campanha de apoio ao projeto de lei que inclui o feminicídio no Código Penal
21/07/14
Em Manaus Copevid se reúne para aprimoramento do combate à violência doméstica
10/04/14
Adiado relatório do PL que permitiria a suspensão condicional dos processos de violência doméstica
10/04/14
CNJ é contrário a alteração da Lei Maria da Penha e a suspensão condicional do processo
09/04/14
Promotora avalia que projeto para alterar a Lei Maria da Penha é um retrocesso inadmissível
PALESTRA EM ENCONTRO NACIONAL DA DEFENSORIA PÚBLICA
Poderes se unem contra a violência doméstica - Lançamento do Projeto "Homens que Agradam NÃO Agridem"
D2 Comunicação Ltda
Rua 14, nº 125-A, Bairro Boa Esperança, Cep nº 78.068-775, Cuiabá/MT CNPJ 08.604.523/0001-59. Fone: (65) 9998-9173