Cuiabá, Terça-Feira, dia 23 de Outubro de 2018
Busca: 
Quem Somos Jurisprudência Promotoras Legais Peças Processuais Livros Projetos e Campanhas Homenagens Agenda Copevid

Notícias

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
Promotora de Justiça participa de reunião da ENASP/CNMP
 

 A Promotora de Justiça Lindinalva Rodrigues participou de evento realizado no estado do Ceará pela Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (ENASP) do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) nos dias 10 e 11 de maio de 2017 na sede da Procuradoria Geral de Justiça do Ceará e contou com a presença do procurador-geral de Justiça do Ceará, Plácido Rios, e conselheiros do CNMP, representantes dos Ministérios Públicos Estaduais, Ministério Público Federal, Juizado da Mulher, Instituto Maria da Penha, ONU Mulher, Secretaria Nacional de Enfrentamento da Violência contra as Mulheres, Secretaria Especial de Política para as Mulheres, Assembleia Legislativa do Ceará, Prefeitura de Fortaleza, Delegacia de Defesa da Mulher e Instituto Patrícia Galvão.

 

O feminicídio foi o tema do evento e segundo dados levantados entre março de 2016 e março de 2017, foram abertos 2.925 inquéritos de feminicídio no Brasil, dos quais 1.663 tiveram baixa, resultando em 1.474 denúncias, 101 arquivamentos e 88 desclassificações. Os outros 1.262 casos estão sendo investigados.

 

José Raimundo Carvalho, Professor da Universidade Federal do Ceará e coordenador da Pesquisa de Condições Socioeconômicas e Violência Doméstica e Familiar, ressaltou que enfrentou problemas graves na pesquisa pela falta de dados precisos de violência doméstica e de feminicídios, criando a maior base de dados estatísticos do Brasil, acompanhando dez mil mulheres de capitais nordestinas. Abaixo seguem alguns dados obtidos com a pesquisa:

 

21 bilhões de dólares é a perda anual do Brasil em razão da violência doméstica.

A maioria das mulheres só reconhece como violência a violência física.

Em todas as classes sociais, 30% das mulheres já sofreu violência emocional, 20% violência física e 15% violência sexual.

 

O coordenador da ENASP e conselheiro do CNMP, Valter Shuenquener, destacou que o Brasil é o 5° lugar no mundo onde mais morrem mulheres pela simples condição de serem mulheres.

 

Na oportunidade, discutiu-se detalhes operacionais do Cadastro Nacional de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, destacando-se a necessidade de institucionalizar o preenchimento dos dados dentro dos Ministérios Públicos Estaduais, que uma vez por mês enviarão relatório para o ENASP/CNMP, a fim de qualificar a consolidação das informações.

Nome:
E-mail:
Título:
Comentário:
Comentários Envie o seu
 
Não foi feito nenhum comentário para esta matéria até o presente momento
Mais Notícias
27/04/18
Promotora de Justiça participa do 14 Encontro de Mulheres de Acorizal
17/04/18 13:30
Projeto é desenvolvido com profisisonais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF)
19/03/18
FIEMT RECEBE PROJETO COORDENADO POR PROMOTORA DE JUSTIÇA
08/03/18
Projeto Social é Desenvolvido no Pronto Socorro Municipal de Cuiabá
21/03/18
SENAI-MT RECEBE PROJETO HOMENS QUE AGRADAM NÃO AGRIDEM
15/03/18
ALUNOS DO SENAI PARTICIPAM DE PROJETO EM DEFESA DA MULHER
09/03/18
COLABORADORES DA SUPERGASBRAS PARTICIPAM DE PROJETO QUE COMBATE A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
02/04/18
AUDIÊNCIA PÚBLICA DEBATE ACERCA DO FEMINICÍDIO
20/03/18
Promotora de Justiça participa de debate em audiência pública políticas de combate à violência contra a mulher
23/02/18 14:00
Projeto do MP é desenvolvido na Empresa Mira Transportes
16/11/17
VIII Encontro Nacional do Ministério Público para Enfrentamento da Violência Doméstica e Familiar
II Reunião Ordinária de 2017 do Grupo Nacional de Direitos Humanos (GNDH)
14/06/17
PROMOTORA CAPACITA NOVO PROMOTOR DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MATO GROSSO
08/05/17
Promotora de Justiça se reúne com dirigentes dos Alcoólicos Anônimos (A.A.)
24/04/17 14:30
PROMOTORA PARTICIPA DE REUNIÃO EM PROL DA REFORMA NA CASA DE AMPARO DE CUIABÁ
31/03/17
PROMOTORA VISITA CASA DE AMPARO ÀS VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
17/03/17
I REUNIÃO ORDINÁRIA DO GNDH DO ANO 2017
10/03/17 15:00
SINTAP/MT ORGANIZA CHÁ DA TARDE COM PALESTRA ACERCA DO EMPODERAMENTO DA MULHER
08/03/16
Promotora de Justiça de Cuiabá recebe título de Cidadã Camponovense
PALESTRA EM ENCONTRO NACIONAL DA DEFENSORIA PÚBLICA
Poderes se unem contra a violência doméstica - Lançamento do Projeto "Homens que Agradam NÃO Agridem"
D2 Comunicação Ltda
Rua 14, nº 125-A, Bairro Boa Esperança, Cep nº 78.068-775, Cuiabá/MT CNPJ 08.604.523/0001-59. Fone: (65) 9998-9173